pic32-pinguino

Pinguino: Um PIC para quem gosta de Arduino!


É muito comum a existência de “batalhas” entre tecnologias, mais especificamente entre os adoradores da tecnologia X contra os amantes da tecnologia Y.

No campo da tecnologia da informação é comum encontrarmos aqueles que defendem a linguagem Java em detrimento do C#, o VB contra o Delphi, o Python contra o Ruby e toda a combinação de oponentes que você pode imaginar.

Não é diferente no mundo dos sistemas embarcados e não raramente encontramos pessoas que insistem em dizer que o Arduino não é voltado para aplicações profissionais e que “os verdadeiros profissionais” usam PIC.

Sinceramente acho isso uma tremenda besteira! Primeiro que é uma bobagem comparar Arduino com PIC, pois isso é a mesma coisa que comparar banana com maçã. O Arduino é uma plataforma de desenvolvimento que utiliza os microcontroladores da Atmel. A família PIC é composta por uma série de microcontroladores da empresa Microchip.

Comparar um microcontrolador (família PIC) com uma plataforma de desenvolvimento (família Arduino) é algo sem sentido. Se alguém deseja realizar comparações então é preciso comparar um microcontrolador específico da Microchip com um equivalente da Atmel.

Contudo, para aqueles que são fãs do Arduino mas que gostariam de colocar um pé no mundo dos PICs, uma boa alternativa é conhecer a plataforma Pinguino.

 

pic32-pinguino
Plataforma de desenvolvimento Pinguino.

 

O Pinguino é uma placa de prototipação semelhante ao Arduino que suporta tanto microcontroladores de 8 bits até os de 32 bits da Microchip. O microcontrolador das placas Pinguino já vêm com um bootloader gravado e permite a gravação dos seus programas diretamente de um computador PC, exatamente como ocorre com o Arduino.

A programação do Pinguino pode ser feita com a “linguagem pinguino” ou em C/C++. Ele também possui um ambiente integrado de desenvolvimento, permitindo que os projetistas escrevam, compilem e façam o upload dos algoritmos diretamente para a plataforma.

A linguagem de programação pinguino é semelhante à do Arduino, de modo que os softwares podem ser escritos utilizando as mesmas palavras chave utilizadas no ambiente do concorrente. As bibliotecas do Arduino não podem ser utilizadas diretamente, mas existem várias delas convertidas para o Pinguino. Essas características fazem com que seja muito fácil aprender a desenvolver em PIC se você já possui um background em Arduino.

O ambiente de desenvolvimento do Pinguino é multiplataforma e está disponível para Linux, Windows w Mac OS.

 

pinguino-2

Ambiente de desenvolvimento do Pinguino.

O projeto Pinguino é open, tanto o software quanto o hardware, fazendo com que as semelhanças com o projeto Arduino sejam ainda maiores.

Agora que você foi apresentado para a plataforma Pinguino há dois caminhos a seguir: 1) Você pode finalmente comparar o Pinguino com o Arduino ou 2) Você pode aumentar a sua bagagem de conhecimentos e aprender sobre mais uma tecnologia.

Eu prefiro a segunda opção! 😉

Para obter mais informações sobre o projeto Pinguino, acesse: http://www.pinguino.cc/

 

Comentários