celulaMemoria

O Capacitor como Célula de Memória de 1 Bit


A capacidade que o Capacitor tem de armazenar carga pode ser utilizada para a criação de memórias eletrônicas. O circuito abaixo apresenta uma configuração que nos proporciona essa característica.

 

celulaMemoria
Figura 1 – Circuito com capacitor como memória de 1 Bit.

No circuito da Figura 1 ao pressionar a chave ligada entre a fonte de 5V e o capacitor eletrolítico de 1mF, o mesmo carrega-se por meio do resistor de 100 Ohms. Quando o capacitor atinge sua carga máxima que é o valor da fonte (5V), essa tensão é aplicada a uma das entradas da porta lógica AND. Como a outra entrada da porta lógica está conectada diretamente à fonte de alimentação por intermédio do resistor de 1 KOhm, obtém-se a condição necessária para que a saída da mesma vá para nível alto, acendendo o Led conectado à mesma. Neste momento, ao soltar-se a chave que estava pressionada o Led permanecerá acesso, pois o capacitor carregado mantém a tensão de 5V aplicado na entrada da porta AND. Considerando que a impedância de entrada da porta lógica é suficientemente alta, a corrente “drenada” do capacitor será muito baixa, fazendo com que demore um longo período para que sua carga diminua a ponto de desativar a saída da porta lógica. Desse modo, é possível obter-se o efeito de “memória” de 1 Bit utilizando-se um capacitor. Para apagar o Led, basta pressionar a chave conectada ao resistor de 10 Ohms para que o capacitor se descarregue rapidamente impondo nível lógico zero em uma das entradas da porta AND e, consequentemente, desativando sua saída.

Para que a “memória” do capacitor permaneça ativa por um período indeterminado é preciso implementar um esquema de realimentação, mas isso é assunto para um próximo artigo. 🙂

Comentários